Os cinco melhores filmes de futebol americano

Posted on 28/06/2011

0


Por Erik Paulussi

A temporada 2011 da NFL ainda vive incertezas quanto ao número de jogos, data de início e até mesmo se vai acontecer. Mas, para quem não aguenta mais ficar longe da bola oval, selecionamos os cinco melhores filmes com tackles, campanhas ofensivas e todos os elementos do futebol americano.

Invencível (Invincible, 2006) – Vince Papale é um professor, trabalhando de barman, separado e desamparado, tudo aos 30 anos. Para piorar, era torcedor fanático do Philadelphia Eagles na década de 70, uma das piores da equipe. Mas uma peneira colocou o torcedor em campo, mudando a história do esporte para sempre

Golpe Baixo (The Longest Yard, 2005) – Adam Sandler é um ex-quarterback que foi banido da liga profissional depois de escândalos envolvendo entrega de resultados. Depois de problemas com a Justiça, é obrigado a ir para a cadeia, onde precisa treinar um time para o jogo anual entre presidiários e guardas. A comédia é refilmagem do filme com o mesmo nome, de 1974.

Um Domingo Qualquer (Any Given Sunday, 1999) – Um time que venceu tudo, cheio de veteranos cheios de contratos de marketing, tem sérios problemas no inicio da temporada. Mas uma lesão e um rookie, nas mãos de Al Pacino como treinador, dão uma injeção de ânimo nos Sharks, que ainda contam com a bela Cameron Diaz como dona da franquia.

Virando o Jogo (The Replacements, 2000) – Shane Falco (Keanu Reeves) era um astro na faculdade, mas um lance na final universitária acabou com a carreira do promissor quarterback. Mas uma greve na Liga Nacional dá nova chance ao camisa 12, que de quebra ainda ganha o coração da atriz Brooke Langton, em roupas de cheerleader

Somos Marshall (We Are Marshall, 2006)- O time colegial da cidade de Huntington sofre um terrível acidente aéreo e 75 pessoas, entre membros do elenco, comissão técnica e torcedores, morrem. Um jovem treinador tenta juntar os cacos e recuperar não só a equipe, mas os ânimos de uma típica cidade do interior americano. A história é baseada em fatos reais.

Bola oval na literatura
John Grisham é um escritor americano contemporâneo que tem vendido muitos livros. Primeiro porque escreve muito títulos, mas o que realmente impressiona não é a quantidade, mas sim a varidade dos temas. O escritor retrata o futebol americano em dois livros, ambos publicados no Brasil pela editora Rocco e de fácil.

O primeiro é Jogando por Pizza, que conta a história de Rick Dockery, um quarterback meia boca da NFL que tem a chance da sua vida quando o titular se machuca: vencer o rival Denver Broncos jogando pelo Cleveland Browns e garantir o primeiro título da franquia em um jogo praticamente ganho. Mas, para a infelicidade do protagonista, tudo dá errado e ele acorda alguns dias depois no hospital. Como nenhum time quer contratá-lo, Rick se aventura na Itália, onde o futebol americano é um esporte completamente amador.

Nas Arquibancadas conta a história de uma cidade do interior que vive para o futebol americano, e que viveu tempos de glória graças ao treinador Eddie Rake, que ficou quase 30 anos no comando da equipe. Quando o ex-técnico morre, os jogadores retornam para dar adeus ao velho “professor”. Entre eles está Neely Crenshaw, o astro do time que tinha tudo para ser grande, mas uma lesão na faculdade fez ele retornar ao Rake Field como um corretor de imóveis fora de forma, divorciado e frustrado com a vida.

About these ads